sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Trilha Sonora dos livros A Sombra do Vento e A Catedral do Mar – 2016 #AnoDaEspanha

Por Eric Silva

Música e literatura são duas coisas que combinam perfeitamente, assim como cappuccino em dias frios. Ler um bom livro em um ambiente aconchegante e silencioso é uma experiencia muito boa, mas se tivermos uma boa música que sirva de trilha sonora é melhor ainda. Eu mesmo sempre que estou lendo ou escrevendo para o Conhecer Tudo estou ouvindo alguma música do compositor francês Yann Tiersen, do pianista californiano Brain Crain ou do italiano Ludovico Einaudi. Invariavelmente escuto música instrumental para ler porque considero que vozes humanas interferem a leitura. Muitas vezes queremos acompanhar a letra da canção ou paramos a leitura para prestar atenção ao que o cantor(a) está dizendo. Ao contrário, a música instrumental é carregada de sentimento (melancolia, euforia, etc.) e intensidade sem que para senti-la você precise fixar-se nela. Por isso ela se mistura com as palavras de forma mais natural e te mantêm concentrado na leitura.

Particularmente minhas músicas preferidas para a leitura são as nostálgicas Atlantique Nord e La Valse d'Amélie ambas de Yann Tiersen. Também de Tiersen gosto da melancólica Comptine d'un autre été[1] e também da agitada C'était ici[2] que tem uma pegada oriental em meio a um estilo ocidental clássico e parisiense. De Ludovico Einaudi minha predileta é a intensa e oscilante In Un'Altra Vita e, de Brain Crain, a romântica mas forte State of the Heart. Gosto da forma como estas músicas inundam todo o ambiente, se espalham pela casa e se misturam à narrativa ou ao texto que estou lendo. Em pouco tempo uma relação simbiótica entre texto e música se forma e sempre que você pega no livro, ou ouve a música, se lembra do outro.

Acho que pensando nisso que algumas editoras europeias resolveram fazer trilhas sonoras para seus principais best-sellers. Por acaso encontrei a trilha sonora de dois dos melhores livros que lemos na campanha do #AnoDaEspanha e hoje vou apresentá-las a vocês.

A Sombra do Vento

A Sombra do Vento é o primeiro livro da série O Cemitério dos Livros Esquecidos escrito pelo autor Carlos Ruiz Zafón. O livro foi publicado na Espanha em 2001 pela editora Planeta e se tornou um sucesso de vendas em vários países. 

Em a Sombra do Vento Zafón conta as aventuras de Daniel Sempere, um garoto barcelonês filho de um livreiro, que busca com afinco desvendar o passado de Julián Carax, um autor pouco conhecido, mas que desapareceu do mapa deixando para trás um misterioso passado. Mas mais do que uma história sombria Carax vem tendo ao longo de anos todos os seus livros sistematicamente destruídos por um misterioso incendiário [resenha completa].

O livro de Zafón já foi traduzido para 36 idiomas diferentes com mais de dez milhões de exemplares vendidos. Tanto sucesso rendeu ao livro sua própria trilha sonora com 24 composições de autoria do próprio Zafón e em sua maioria para piano. Todas elas estão disponíveis para download ou ouvir online no site oficial do autor [http://www.carlosruizzafon.com/es/la-sombra-del-viento/musica.php], mas encontre as músicas também em uma playlist do Youtube.


Dos 24 tracks achei as mais bonitas La Sombra del Viento, No puedo acordarme de su rostro (que faz referência ao começo do livro quando Daniel conta que em uma noite acordou desesperado por não conseguir lembrar do rosto da mãe) e Memoria De Aparecidos.




A Catedral do Mar

Livro do espanhol Ildefonso Falcones, A Catedral do Mar narra a história de Arnau Estanyol um filho de um camponês da Idade Média que, em busca de liberdade e fugido dos abusos de seu senhor feudal, se refugiara em Barcelona do século XIV na esperança de tornar-se um cidadão livre. Vivendo a sombra da Catedral de Santa Maria del Mar, Arnau conhece a tirania dos nobres, a revolta, a pobreza e a fome, mas de estivador do porto de Barcelona se torna barão [resenha completa].

Publicado em 2006 na Espanha pela editora Grijalbo, o livro de Ildefonso se tornou um sucesso, principalmente na Espanha e já foi publicado em pelo menos 15 idiomas em 40 países com mais de 6 milhões de exemplares vendidos.

O CD do livro de Ildefonso possui um caráter de época com 11 tracks de canções do período da Idade Média, tocadas com instrumentos comuns do período ora no ritmo festivo das danças populares medievais, ora em um ritmo mais introspectivo e até palaciano. O CD completo está disponível para download no site oficial do autor [http://www.ildefonsofalcones.com/banda-sonora/], mas também pode ser ouvida online através da playlist da página. Das canções, minha preferida é Rotta.






[1]“Rima de um outro verão”
[2]“Foi aqui”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...