domingo, 27 de novembro de 2016

2016 #AnoDaEspanha: Os autores que estamos lendo


Carlos Ruiz Zafón

Escritor barcelonês nascido em 25 de setembro de 1964, Zafón é autor do romance A Sombra do Vento. Vive desde 1993 em Los Angeles onde trabalha também como roteirista. 

Com o seu primeiro romance, O Príncipe da Névoa, ganhou em 1993 o prêmio espanhol Edebé de literatura infantil e juvenil. Seus trabalhos já foram publicados em 45 países e traduzidos em mais de 30 idiomas.

Atualmente o autor vem trabalhando em seu mais novo livro, El Laberinto de los Espíritus que irá completar a saga do Cemitério dos Livros Esquecidos, iniciado com A Sombra do Vento. O livro está previsto para ser publicado em 17 de novembro deste ano.

Site oficial: http://www.carlosruizzafon.com

Livros dele no blog: A Sombra do Vento






Federico García Lorca

Nascido em Fuente Vaqueros, Granada, no dia 5 de junho de 1898, Federico García Lorca é um dos mais importantes poetas espanhóis. Seu primeiro livro publicado, "Impressões e Paisagens" (1918), teve logo boa recepção da crítica. Foi também dramaturgo, tendo sido consagrado como um dos maiores da Espanha com o seu trabalho Bodas de Sangue (1932).  Sua obra foi fortemente influenciada pela sua infância na região da Andaluzia destacando na poesia elementos do local como o “cenário natural, os olivais, a arquitetura, os acidentes geográficos, os ciganos, a música, o modo típico da fala, o ambiente familiar”[1].

Na década de 30, com a vitória eleitoral da Frente Popular, ligada ao Partido Republicano Espanhol, a Espanha é conduzida pela oposição conservadora, representada pela Frente Nacionalista, de Franco, à uma guerra civil que culminaria na ditadura franquista. Lorca, que era visto pelos rebeldes como comunista, foi fuzilado na madrugada de 17 ou 18 de agosto de 1936, em Granada, por militantes franquistas, ainda no início da guerra.


Livros dele no blog: Antologia Poética

Postagens especiais relacionadas: Federico García Lorca: dois poemas selecionados




Arturo Pérez-Reverte

Nascido em Cartagena, em novembro de 1951, Arturo é novelista e jornalista e desde o ano de 2003 tornou-se membro da Real Academia Espanhola da língua.

Entre os anos de 1973 e 1994, trabalhou como repórter de imprensa, rádio e televisão, cobrindo diversos conflitos internacionais nesse período, a exemplo das guerras nas Malvinas, El Salvador e Nicarágua. 

A sua obra já foi traduzida em quase trinta idiomas e hoje se dedica exclusivamente a literatura. Desde abril 2016 é editor e co-fundador da rede de livros e autores Zenda.

Site oficial: http://www.perezreverte.com

Livros dele no blog: A Tábua de Flandres










Rosa Montero Gayo

Nascida em Madri, no dia 3 de janeiro de 1951, Rosa Montero é jornalista, escritora e doutora Honoris Causa pela Universidad de Puerto Rico. Despertou sua paixão pela literatura ainda na infância quando acometida por uma tuberculose encontrou nos livros o passatempo durante seu confinamento em casa. 

Desde 1976 a autora trabalha para o respeitável jornal espanhol El País, no qual foi redatora chefe do suplemento dominical durante os anos de1980 e 1981.

Estreara na literatura com o romance Crónica del Desamor no ano de 1979. Um ano antes foi ganhadora do Prêmio Mundo de Entrevistas, em 1980 do Prêmio Nacional de Periodismo e em 2005 Prêmio da Asociación de la Prensa de Madrid. Ganhou também, no ano de 2014, o Prêmio Internacional Colunistas do Mundo.

Sua última obra publicada foi El peso del corazón (2015), livro que representa o retorno da personagem de Lágrimas na Chuva, considerada pela autora como uma de suas preferidas e a mais parecida com ela.

Site oficial: http://www.rosamontero.es

Livros dela no blog: Lágrimas naChuva




Javier Cercas

Escritor, tradutor e periodista espanhol, Javier Cercas nasceu em 1962, em Ibahernando, Cáceres. Estudou Filologia na Universidade Autónoma de Barcelona e por dois anos trabalhou na Universidade de Illinois, EUA. Desde 1989, leciona literatura espanhola na Universidade de Gerona.

Embora tenha se dedicado a literatura desde a década de 1980, quando publicou seu primeiro livro, Mobile (1987), sua consagração como um dos mais importantes escritores contemporâneos da Espanha só se deu em 2001, com a publicação de seu romance Soldados de Salamina, adaptado para o cinema em 2003.

Com o livro Anatomia de um Instante ganhou o Prêmio Nacional de Ficção de 2010 e atualmente atua também como colaborador na edição catalã do jornal El País.

Livros dele no blog: Soldados de Salamina 







José María Sánchez Silva

Nascido em Madri, no ano de 1911, José María Sánchez-Silva y García-Morales se dedicou a literatura infantil e foi o único espanhol a ganhar o Prêmio Hans Christian Andersen.

Vinculado às ideias conservadoras da Igreja Católica foi também um dos jovens periodistas que se atrelou, durante os anos quarenta, à ideologia falangista, colaborando com as atividades da Falange Clandestina no mesmo período em que as tropas franquistas adentraram a cidade durante o episódio da Guerra Civil Espanhola.

Demonstrou uma intensa atividade jornalística na imprensa conservadora de sua época e, depois de uma série de histórias que passaram despercebidas, ganhou notoriedade com o seu romance mais famoso, Marcelino Pão e Vinho, publicado em 1953 e convertido em filme no ano seguinte.
Faleceu em janeiro de 2002, aos 90 anos, na cidade de Madri.

Livros dele no blog: MarcelinoPão e Vinho





Ildefonso Falcones

Escritor e advogado espanhol, nascido em 1959, o barcelonês Ildefonso Falcones ficou conhecido mundialmente graças ao seu livro de estreia, A Catedral do Mar, lançado na Espanha em 2006, após cinco anos de trabalho, e que já foi traduzido para 40 países.

Estudou direito e economia tendo abandonado este último para se dedicar ao primeiro, e hoje atua como advogado em seu próprio escritório, em Barcelona, e se dedicado também a literatura.

O sucesso do lançamento de seu segundo romance, A Mão de Fátima (2009), foi responsável direto por trazer uma grande popularidade ao município de Juviles, que, em reconhecimento, no ano de 2010, nomeou uma de suas ruas como "Rua Ildefonso Falcones".

O autor ainda recebeu vários prêmios, entre eles o Euskadi de Plata 2006, pela melhor romance em lingua casteliana, o prêmio Qué Leer pelo melhor libro em língua espanhola, no ano de 2006, o prêmio Fundación José Manuel Lara, pelo livro mais vendido em 2006, o prêmio literário italiano Giovanni Boccacio 2007 como o melhor autor estrangeiro e o prêmio Fulbert de Chartres de 2009.

Em agosto deste ano o autor lançou o livro Los herederos de la tierra (Grijalbo, 2016), ainda sem tradução no Brasil, e que dá continuidade ao mais aclamado livro do autor, A Catedral do Mar.

Site oficial: http://www.ildefonsofalcones.com/

Livros dele no blog: A Catedral do Mar 






Referências

http://globolivros.globo.com/autores/javier-cercas
http://www.biografiasyvidas.com/biografia/s/sanchez_silva.htm
http://www.ildefonsofalcones.com/biografia/
http://www.infoescola.com/historia/guerra-civil-espanhola/
http://www.perezreverte.com/biografia/
http://www.rosamontero.es/biografia-rosa-montero.html
http://www.travessa.com.br/Rosa_Montero/autor/b6c715f1-0b1a-4322-942a-4cf958c26d72
https://es.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Mar%C3%ADa_S%C3%A1nchez-Silva_y_Garc%C3%ADa-Morales
https://pt.wikipedia.org/wiki/Arturo_Pérez-Reverte
https://pt.wikipedia.org/wiki/Carlos_Ruiz_Zafón
https://pt.wikipedia.org/wiki/Ildefonso_Falcones
https://pt.wikipedia.org/wiki/Jos%C3%A9_Mar%C3%ADa_S%C3%A1nchez_Silva
https://www.ebiografia.com/garcia_lorca/
https://www.escritores.org/biografias/3985-cercas-javier
https://www.publico.pt/culturaipsilon/noticia/zafon-revela-fim-da-saga-o-cemiterio-dos-livros-esquecidos-em-novembro-1742617

LORCA, Federico G. Antologia Poética. Organização e tradução William Agel de Mello. Martins Fontes: São Paulo, 2010.



[1] LORCA, Federico G. Antologia Poética. Organização e tradução William Agel de Mello. Martins Fontes: São Paulo, 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...